Vivendo em Barcelona

Alimentação ________________________________________________

Horário comercial

O horário comercial mais usual, em Barcelona, é:

das 9:00 às 14:00 e das 17:00 às 20:00 ou

das 9:00 às 13:30 e das 16:30 às 20:00 horas.

Aqui, a hora “de la siesta” é sagrada e “Meio dia” é 14:00 horas…Vá se acostumando.

Estrutura dos Serviços de Alimentação

a) Há grandes supermercados – como o Carrefour, Mercadona, Hipercor, Continente e Eroski; alguns deles, com várias unidades, fazem entrega a domicílio, para compras acima de um determinado valor ou pagando uma taxa. O Corte Inglés possue um supermercado em uma de suas plantas.

b) Pequenos supermercados (Lidl, Dia, os mais baratos; Más, Condis, Consum, Caprabo, etc., ligados a redes de bairro), geralmente oferecem preços competitivos.

c) Pequenos “auto-servicios” e “tiendas”, normalmente são mais caros.

d) Nos mercados municipais – sempre há um no bairro – podem ser encontradas muitas frutas e legumes, variando muito o preço conforme o bairro; o Mercado da Boquería, na Rambla, é considerado o melhor da Espanha, nesse, você pode encontrar produtos “exóticos” como mandioca (yuca), inhame, quiabo (okro), azeite de dendê (óleo de palma), carambola, manga, mamão, coentro, hortelã (hierba buena), etc.

Dicas especiais:

Feijão preto você encontra no supermercado do Corte Inglés e na Boquería.

Farinha para quibe e outros produtos árabes pode encontrar em “Cleópatra”, que fica na Calle Córsega 535, tel. 93 348 0849.

Outro endereço de produtos “exóticos”: SABRI, na calle San Pablo 13, tel.93 317 8326.

Para os naturalistas: há muitos restaurantes e lojas de produtos naturais. Destacamos duas com boa qualidade: “La Botiga del Sol”, na calle Xiquets de Valls, 9, tel.93 301 4568 (fica perto da Plaza del Sol, no bairro de Gracia); e “La botiga de Integral”, que fica na Pasaje Gaiolá, 17, tel. 93 207 3669 e na Plaza Real o “Herbolari Ferrán”.

Para comer na rua, há uma oferta fantástica de restaurantes, bares, “Frankfurterías” (lanchonetes especializadas em sanduíches com salsichas alemãs ou suas equivalentes locais), fast-food, etc.

Em geral, a comida se serve como “menús”, com um primeiro prato (pode ou não ser frio, mas em geral sim), um segundo (em geral mais substancioso e quente), e uma sobremesa (“postre”). Em muitos menus já estão incluídos o pão, a bebida (refrigerante, água, vinho ou cerveja, em geral os sucos (“zumos”) não estão nos menus). O menu custa desde 7,00 € em algumas universidades até 20,00 € ou mais em restaurantes de alta gama da cidade (excluindo, claro, os restaurantes de luxo). A média geral do menu em qualquer parte da cidade em um bom restaurante, e durante a semana, está entre 7,50 e 9,00 €.

O bairro de Gràcia tem ao redor da rua Torrent de L’lolla (Metro Linea 3, parada Fontana) uma concentração excelente de restaurantes catalães, bascos, gregos, italianos, marroquinos, egípcios, além de bares musicais (pequenas discotecas de entrada livre) ao redor da Plaça del Sol e da Plaça Rius i Taulet.

Moradia ___________________________________________________

Puxe os santos que você vai precisar de ajuda!

Tem gente que dá a maior sorte e em poucos dias já está instalada, outros demoram meses para conseguir um lugar com boa relação entre qualidade, preço e localização. Além de lhe desejar boa sorte, fornecemos algumas informações:

a) Tipos de Apartamentos (ou melhor, “piso”)

Existe oferta de apartamento com ou sem móveis. Optando por um não mobiliado, lembramos que existe grande possibilidade de encontrar móveis interessantes nos “contenedores de muebles viejos” (vulgarmente conhecidos como “basura” que, principalmente no final do ano é bastante farta). Dê uma volta à noite, principalmente depois das dez horas, no seu bairro, que normalmente as pessoas deixam nas calçadas junto às lixeiras o que não lhes interessa mais. Esta prática aqui na Europa é comum, estando no espírito de reciclagem ecológica.

O jornal Anuntis, de circulação semanal, informa boas oportunidades com relação a móveis usados. Outra opção é o “mercado das pulgas” Els Encants, que fica na Plaza de las Glorias, telefone 93 246 3030.

Outra boa opção é a loja IKEA, um grande distribuidor sueco de móveis funcionais e utensílios para a casa. Se compra desmontado, o que facilita o transporte próprio. Mas mediante taxas se pode solicitar a entrega a domicílio e a montagem. Nas proximidades de Barcelona existem duas unidades, situadas nos municípios vizinhos de Hospitalet e Badalona.

b) Formas de Contratação de Imóvel

Há duas formas de alugar um piso: direto com o proprietário ou através de imobiliária .

A primeira opção é mais vantajosa, principalmente em relação ao preço e trâmites burocráticos. A segunda, através de imobiliária, além dos documentos oficiais (documentos pessoais, comprovação de renda, declaração da Universidade) vai precisar desembolsar um mês de aluguel adiantado, mais um depósito inicial como fiança (equivalente a um ou 2 meses de aluguel, normalmente devolvido no final do contrato), mais as despesas de contrato (que correspondem a cerca de 1 mês do valor do aluguel).

Existem Imobiliárias que cobram para mostrar uma lista de imóveis. Cuidado, pois a maioria é duvidosa. Procure saber seus direitos e deveres antes de assinar o contrato. Examine bem as condições do apartamento, principalmente a parte elétrica, hidráulica e sistema de calefação, caso exista.

Alugar um apartamento com janelas para o sul, recebe mais sol no inverno, diminuindo os gastos de aquecimento e menos sol no verão. De qualquer modo, ao optar pelo sistema de calefação, (ver item seguinte) leve em conta os gastos de manutenção que para o sistema elétrico é mais caro. Veja o item seguinte, sobre conforto climático.

O preço médio de um quarto, dividindo o apartamento com outros colegas pode variar entre 300,00 e 400,00 €/mês. O aluguel mensal de um apartamento pode variar segundo a localizaçao, o tamanho e o estado em que se encontra. Considerando estes aspectos se pode encontrar apartamentos a partir de 700€ mensais.

c) Conforto Climático

A região de Barcelona apresenta um clima temperado, com quatro estações definidas. No inverno, as temperaturas mínimas – pela madrugada, podem ficar em torno de 0ºC; no verão, as máximas – à tarde, ficam em torno de 30º centígrados.

Meteorologia (ano base: 2001) em Barcelona:

Temperatura média das máximas 20,6ºC; média das mínimas, 12,1ºC.

O Sistema de calefação (ou de aquecimento) – é necessário para adequar-se ao clima do inverno e em parte das meias estações. O sistema a gás, se não existir centralizado para calefação, pode ser resolvido com a utilização de estufa – compra-se numa “ferretería”, alimentando-a com gás, que aqui é chamado de butano. Através de telefone, pode-se solicitar a compra de “bombonas de butano” (butijão de gás), ou comprar direto do caminhão (os butijões são de cor laranja) que passa nas ruas. Cuidado para manter sempre um pouco de ventilação natural quando a estufa a gás estiver ligada, para que o oxigênio não seja queimado. Se comprar estufas elétricas, prefira as mais novas que aquecem o ar por convecção e ventilação. Há colegas que preferem as estufas a “aceite”, pois dizem que ressecam menos o ar.

No verão, se não dispuser de ventilação cruzada, precisará de ventiladores, para amenizar com as temperaturas da tarde por volta dos 30 graus centígrados. Há muitas piscinas na cidade, além do mar, para refrescar.

d) A grande busca de “piso”

Fontes de informações:

1) APEC – Entre em contato com a APEC que, eventualmente pode dispor de dados de brasileiros em fim de curso, que estão voltando para o Brasil e que irão desocupar o apartamento. Use nossa lista de e-mails.

2) Consultar o site http://www.loquo.com

3) Jornais (Periódicos): De um modo geral todos os periódicos trazem ofertas de imóveis para alugar. Destacamos: La Vanguardia, principalmente sua edição dominical;

- El País,

- Anuntis, jornal semanal.

- Quadros de avisos nas imobiliárias, nas Faculdades, etc.

- Avisos fixados nas paredes das ruas, “pisos en alquiler”.

Observações e Recomendações:

1. Cuidado para não cair no esquema de dar dinheiro para as Fincas, por meio de inscrições para saber apenas se há imóveis para alugar; se reconhece facilmente este tipo de serviço porque nos jornais elas são obrigadas a colocar um asterisco (*) depois do número de telefone. Muitos dos pisos ofertados são inexistentes.

2. Seja organizado, faça um quadro com relação de imóveis visitados e a visitar (endereços e características), telefones de contato etc. para não perder tempo nos contatos com as imobiliárias.

3. Aluguel mais barato não significa necessariamente economia; veja a localização da sua universidade e contabilize os custos de transporte e tempo gasto com o trajeto antes da decisão.

4. Há também a opção de morar na região metropolitana de Barcelona, em seus municípios vizinhos, onde o aluguel é mais barato e relativamente bem servidos de transporte e serviços. O último fator limitante é o horário do transporte público, pois o último trem é por volta das 23;30 horas. Para a maioria das localidades há ônibus noturno a partir da 1:00. Limitação que pode ser contornada se você optar por comprar carro.

e) Vocábulos Fundamentais:

Para que não perca tempo, a seguir uma seleção dos vocábulos fundamentais para ajudá-lo em busca de “piso”:

Alquiler = aluguel

Apartamento = quitinete ou JK com um quarto. Atenção: geralmente os “apartamentos” destinam-se a encontros amorosos; se deseja uma quitinete, procure “estudio”.

Ascensor = elevador

Aseo = lavabo

Ático (át) = último pavimento, cobertura normalmente com “terraza” (cuidado com a falta de elevadores).

Baño = banheiro

Basura = lixo

Caldera = do sistema de aquecimento

Chimenea = lareira

Cocina = cozinha, fogão

Entresuelo (entlo) = corresponde ao mezanino ou primeiro andar; dependendo da condição topográfica, sofre variações.

Escalera = escada, também significa condomínio quando se fala em “gastos de escalera”

Estudio = equivalente ao JK, quitinete.

Habitación = quarto

Piso = apartamento

Planta baja = térreo

Radiador = placa do sistema de aquecimento

Terraza = sacada, varanda, terraço

Torre = casa com jardim, sobrado

Trastero = depósito

Local = loja ou local comercial

Transporte _________________________________________________

Barcelona está bem servida por transporte coletivo: metrô, ônibus (autobus), trens da RENFE (para distâncias maiores) e Ferrocarriles de la Generalitat (trem de cercanías – interurbano). Estes funcionam bem durante o dia, tendo horário limitado durante a noite, em geral até às 24 horas (sexta, sábado e véspera de feriados, até as 02:00, mais ou menos). Os ônibus noturno (Nitbus) têm serviço de meia em meia hora, cobrindo os principais canais de tráfego da cidade,a partir da meia-noite, até a hora que abre o metrô.

Existem tarjetas multi-viagens com preços mais reduzidos do que se compram as viajens “avulsas”:     T-Día   /      T-Mes     /     T-10         T-50/30

Uma T-10, por exemplo, custa 6,90 € e vale para metrô, ônibus, ferrocarriles e trens da Renfe na área de Barcelona (10 viagens). A passagem avulsa custa quase o dobro, 1,25 €. São adquiridas nas estações de metrô, trem, loterias, “estancos” e bancas de jornal.

A rede de transportes públicos de Barcelona recentemente foi “integrada” com cidades em um raio de até uns 80 km, aproximadamente, formando várias “zonas” de serviço. Toda área urbana de Barcelona está na Zona 1. Mas se mora em Bcn e estuda na Universidad Autónoma, por exemplo, necessitará da “Tarjeta” da 2 zonas (já que a UAB está em um município vizinho, Bellaterra), e neste caso a T-10 de duas zonas custa mais caro. A grande vantagem da intergração é se pode fazer transborde entre as quatro modalidades de transporte (bus, metro, ferrocarriles e trens) até 1 hora e 15 minutos depois de entrar no primeiro dos transportes. E a cada zona adicional, mais 15 minutos de tempo para o transbordo. Você pode consultar o mapa de zonas na web do transporte público de Barcelona.

O serviço de táxi é bom e relativamente barato, mas no táxi normal só transportam até 4 passageiros. Não insista para colocar mais pessoas, não vai adiantar de nenhum modo (com exceção de crianças de até 2 anos). Se precisar de mais lugares, chame um segundo táxi ou ligue para um serviço de taxi e solicite um com maior capacidade.

Deverá lhe facilitar muito a obtenção do “Guia del Transporte Público de Barcelona y su Área Metropolitana”, distribuído gratuitamente nas oficinas de turismo e guichês do metro.

No site da rede de transportes públicos de Barcelona há um guia on-line muito útil para os que estão se familiarizando com a cidade, onde se insere a localização dos pontos de origem e destino e o programa mostra qual(is) o(s) melhor(es) trajeto(s) para chegar, com mapas e horários.

Para quem pensa adquirir um carro zero quilômetro, existe a possibilidade de comprá-lo com placa turística, o que reduz em 30% seu valor. Entretanto, nesse caso é necessária a renovação semestral junto à aduana e tráfico.

Existe uma oferta muito grande de carros usados. Certifique-se da origem dos mesmos, bem como da existência de infrações de tráfego registradas sob o número da placa do veículo que você esta pensando adquirir.

Sobre a Carteira de Habilitação:

a) A carteira brasileira tem validade por 1 ano a partir da data de ingresso no país;

b) A Carteira Internacional pode ser feita no Brasil com validade de 1 a 4 anos. A carteira feita em Andorra, com validade por 1 ano, só tem validade em outros países da UE, e não na Espanha, e desde que tenha a carteira de Habilitação brasileira válida;

c) Fazer a tradução da Carteira de Habilitação para o castelhano no RACC (Real Automóvel Club da Cataluña);

Obs.: Existe uma opção de prazo maior através do “CANJE” que é o processo legal de obtenção da carteira espanhola a partir da brasileira. Departamento de Tráfico, telefone 93 331 1366.

Existe um convênio do Touring Club do Brasil com o Real Automovil Club de Catalunya (RACC), que possibilita serviços de auxilio como os fornecidos no Brasil. De forma semelhante existe um “convênio” entre as agências seguradoras de automóvel. Por exemplo, se você tinha um seguro no Brasil e não sofreu acidentes, isto é, não precisou utilizá-lo, isto lhe dá direito a desconto quando da realização do seguro na Espanha. Para isto traga sua Apólice de Seguro e, se for o caso, uma declaração de sua seguradora dizendo que você não esteve envolvido em acidentes de trânsito no país no último ano.
    Esta declaração deve estar traduzida e reconhecida pela representação diplomática do país de destino.

Serviços ___________________________________________________

INFORMAÇÕES GERAIS

a) rede elétrica na Catalunha – e em quase toda Espanha – é de 220 volts e 50 hz de ciclagem (no Brasil é de 220 mas, com 60 hz de ciclagem). Se quiser levar seus aparelhos eletro-eletrônicos para o Brasil, procure comprar-los com possibilidade de câmbio de ciclagem.

Telefone público funciona com cartoes. As chamadas internacionais mais baratas são de sistemas de cartão de pré-pago, a venda em “kioscos” (bancas de jornal) e “Estancos” (venda de cigarros e, curiosamente, selos de correio). Nos “locutorios” se pode comprar os cartoes, telefonar, enviar um fax e utilizar os serviços de internet.

Aqui se aluga uma linha, na oficina de Telefónica mais próxima. A linha, mais os custos iniciais de instalação, sai por cerca de 170,00 €. Se já faz parte do imóvel, melhor.

b) Correio: pode-se adquirir selos (sellos) nas agências do correio ou nos “estancos” (Tabacarías). Normalmente os correios são abertos pelas manhãs, de 8;30 a 14;00 horas; os correios centrais – um deles fica na calle Aragón, quase na esquina c/ Passeig de Gràcia. Também estão abertos às tardes, até 20 horas. Há também as caixas de coletas, amarelas, nas calçadas.

Meios de Comunicação:

1) Jornais: o principal diário de circulação nacional e internacional é “El País”, de tendência progressista. Também podemos encontrar “El Mundo” de tendência conservadora-liberal. Outros de âmbito mais regional sao: “La Vanguardia”, conservador, e “El Periódico”. Em catalao se edita  o “Avui”, com tendência conservadora e nacionalista, e uma ediçao do “El Periódico”. As edições de domingo são acompanhadas de suplementos, revistas e, quase sempre, em anexo fascículos colecionáveis como atlas, guias, etc.

2) Não há revistas semanais com notícias como as que conhecemos no Brasil. Porém sobram as revistas do “coração” voltadas para a vida de artistas e fofocas da sociedade, como “Hola”, “Qué me dices”. Pode-se comprar o Guía del Ocio com todas as dicas para o tempo livre e outras.

3) Jornais e revistas do Brasil, embora com alguma defasagem de tempo, você pode encontrar e ler nas antessalas do Consulado do Brasil e no Centro de Estudos Brasileiros.

4) Rádio e TV: São muito úteis no início para acostumar o ouvido para o espanhol e também para o catalão, pois, alguns canais locais só transmitem nesta língua. Existem as públicas, as privadas abertas e as privadas por assinatura. Entre as públicas existem as estatais (TV1 e TV2), as autonômicas (TV3 e Canal 33), e uma municipal (Barcelona TV). As privadas sao a Tele 5, Antena 3, La Cuatro, principalmente.

5) Entre as rádios, destacam-se:

Como os canais de televisao, as radios tem a mesma origem. Podem ser públicas e privadas.

- Rádio Nacional de Espanha R2 – FM 90,0 Mhz – e Rádio Música – FM 101,5 Mhz, ambas com programação de música clássica.

- Rádio Nacional de Espanha R3- FM 98,7 Mhz, com informativos e programação alternativa. Recomendamos dois programas especiais: “Cuando los elefantes sueñan con la música”- diariamente de segunda a sexta, das 21 às 22 horas; e “Trópico Utópico”- aos sábados e domingos das 22 às 23 horas; que possuem boa programação e muita música brasileira, num excelente trabalho de Rodolfo Poveda.

c) Informações Culturais

1) Cinema: Os cinemas têm dia do espectador, isto é, com entrada mais barata; dependendo do cinema, segunda-feira (caso do Cine Verdi, Verdi Park, Icaria e Renoir, com salas e programação de “cults” e filmes menos comerciais) e quarta-feira, em outros cinemas. Nestes dias o desconto pode ser de até 30%.

A “Filmoteca de la Generalitat” tem programação e preço especiais, fica na Avda. de Sarriá, 33, tel: 934107590. A maioria dos cinemas passam filmes dublados com algumas excessões com versão original (V.O. ou V.O.S): Renoir, Verdi, Icária, Casablanca, Rex, Alexis e Nápoles.

2) Museus: há muitos e com excelentes mostras e coleções. Destacamos o Museu Picasso, a Fundação Miró, a Fundação “La Caixa”, o Museu de Arte Comtemporânea e o Centro de Arte e Cultura Comtemporânea, a Fundação Tapies, etc. Aproveite para conhecer aqueles quadros e pintores que você já viu tanto em reproduções. Promoções: No primeiro domingo do mês alguns museus são gratuitos (podem ser outros dias do mês). Na Fundação Miró (tel. 93 329 1908) estudante paga metade. Outro destaque é que as exposiçoes que realiza Caixa Catalunya na “La Pedrera”, no Passeig de Gràcia, sao gratuitas, assim como as de Caixa Forum, próximo a fonte luminosa de Montjuic.

3) Arquitetura: Barcelona tem um excelente repertório de obras arquitetônicas desde o gótico como a “Plaça del Rei”, igrejas e edifícios medievais, como a Igreja de Santa Maria del Mar e o palacio Montcada que abriga o Museu Picasso, passando pela arquitetura genial de Gaudí, com suas obras como o Parque Güell, Sagrada Família, Casa Batló, e especialmente “La Pedrera”. Ainda, o “Eixample” – expansão modernista de Ildefonso Cerdá da cidade antiga, com sua típica arquitetura geométrica, chamadas manzanas, que faz de Barcelona uma das cidades de maior densidade, mas, de boa qualidade de vida. Veja também os edifícios modernos, projetados por renomados arquitetos internacionais, como os locais Bofill, Bohigas e Martorell, além dos estrangeiros Richard Meyer, (MAC) Mies van der Rohe (pavilhão alemão, junto à praça de Espanha), Arata Ysosaki (Palau San Jordi), Norman Foster (Torre de Calserola), etc.

4) Teatro e Música: a oferta é grande e os preços variam. Destacam-se as programações dos festivais de estação, coordenados pelo poder público como “El Grec” – Festival de Verão, trazendo inclusive músicos brasileiros, e o festival de Outono. A Sala Apolo e a produtora/importadora de discos brasileiros Tangará, sempre estão trazendo/apresentando cantores da atualidade, etc. Outro destaque é o Sónar, festival de Arte Multimídia e Música avançada, realizado cada ano no mês de junho, um dos mais importantes eventos mundiais na cena da música eletrônica, cultura urbana e arte contemporânea.

Veja as programações semanais do Caderno “Tentaciones” que sai no “El País” das sexta-feiras e/ou a revista “Guia del Ócio”. “Vivir em Barcelona” é uma publicação mensal, também com programações.

As oficinas de Turismo também têm farta informação de todas as programações em andamento e/ou futuras. Quem quer gastar menos pode utilizar o serviço “Ticket 3″ da Caixa Catalunya  (http://www.telentrada.com), uma das formas econômicas de aproveitar os diferentes atos culturais de Barcelona.

A oficina de “Ticket 3″, situada no Centro de Informaçao Turística da Plaça Catalunya vende entradas pela metade do preço para algumas apresentaçoes do dia, desde três horas antes do início da funçao. Isso funciona para a maioria das salas teatrais da cidade e sempre em funçao da disponibilidade, mas nao se aplica a todos os espetáculos. Se você quiser saber se o Ticket 3 se aplica a um espetáculo específico deve ligar para 902 101 212 ou ir diretamente à Plaça Catalunya.

Para muitos dos eventos artístico-musicais e até esportivos, você consegue comprar entradas nas máquinas de auto-serviço das agências bancárias (Servicaixa ou Telebanco), escolhendo a cadeira do teatro, a hora e o dia.

5) Centros Esportivos: além dos serviços de esporte das Universidades, quase todo bairro tem um Centro Esportivo, com piscina coberta, quadra, etc. Você paga uma entrada ou então pode fazer-se sócio. Procure a relação dos Centros de Esportes nas oficinas de Turismo.

6) Livros usados: No Mercado Santo Antônio, todos os domingos de 9 às 14 horas tem uma feira de livros usados e de numismática.

7) Bairros: Quase todos os bairros têm atividades culturais específicas, festas populares e “verbenas”. Mantenha-se informado da programação de seu bairro. Normalmente têm muitas atividades para as crianças.

8) Para aprender o castelhano ou o catalão: inscreva-se na Escuela Oficial de Idiomas – Av. Drassanes, s/nº, Tel.(93)329 2458 e (93)329 3412. A UPC, UAB e UB oferecem cursos básicos de catalão. Todas as Universidades oferecem cursos de castelhano e catalão para os estudantes estrangeiros, procure a melhor oferta.

Instituições ________________________________________________

Os sites das administrações públicas e instituições costumam ser uma fonte de informação constantemente atualizada e com vários serviços on-line. Muitas vezes se pode ganhar muito tempo buscando antes a informação na internet, e procedimentos internos já estão disponíveis on-line. Use e abuse desses sites:

1) Ajuntament de Barcelona (Prefeitura): Um dos melhores e mais úteis sites institucionais

2) Generalitat de Catalunya (equivalente ao nosso Governo do Estado)

3) Administración Española (equivalente ao nosso Governo Federal)

Escolas para os filhos _________________________________________

a) Verificar no Consulado ou Embaixada da Espanha no Brasil as equivalências de estudos para matrícula em escolas espanholas; legalmente a matrícula pode ser feita um ano à frente do nível que o aluno se encontra.

b) O histórico escolar e/ou certidões devem ser traduzidos por tradutor juramentado, reconhecido pelas mesmas Instituições brasileiras e espanholas constantes no item referente às Universidades.

c) Ao definir moradia, apresente-se à Generalitat de Catalunya, Dep. de Enseñanzas, na calle Casp, 15, onde lhe fornecerão uma relação de escolas públicas da zona onde você reside.

d) Apresente-se à direção da escola escolhida com a Guia de Transferência do aluno, passaporte e uma foto.

e) O ano letivo inicia-se na segunda quinzena de setembro e termina em junho do ano seguinte.

f) Em geral, os horários de funcionamento dos cursos para o Pré-escolar, EGB – Educación General Básica e BUP – Bacharelato Unificado Polivalente, de 8 às 12 e das 15 às 17 horas; para a FTP – Formación Técnica Profesional e COU – Curso de Orientación Universitaria, o horário é de 8:15 às 14:15 horas.

g) Normalmente as escolas fornecem refeições que são pagas à parte.

h) A educação na Catalunha é ministrada em catalão (existe a possibilidade de reforço desta língua para os estudantes estrangeiros – consulte a escola).

i) No primeiro ano de incorporação no sistema educativo da Catalunha, o aluno estrangeiro pode obter dispensa da avaliação em Língua e Literatura Catalana; entretanto, não fica dispensado da assistência às aulas e da realização de atividades de ensino-aprendizagem; o pedido de dispensa deve ser feito pelo aluno e encaminhado pela Escola ao Departamento de Ensino da Generalitat de Catalunya.

j) Existem colônias de férias a preços reduzidos; a procura é grande e geralmente em março ou abril são feitas as inscrições para agosto e setembro, procure informações na própria escola ou no Ayuntamiento.

Língua e Costumes Locais ______________________________________

Você está chegando na Espanha, mas não se assuste se ouvir falar uma língua diferente do Espanhol que você aprendeu no Brasil, trata-se do Catalão. O espanhol ou o castelhano é o idioma oficial da Espanha, porém constitucionalmente são reconhecidas como oficiais outras línguas espanholas no âmbito de cada comunidade autônoma. Assim, junto com o espanhol, o catalão é também uma língua falada na Catalunha.

O catalão é uma das oito línguas modernas derivadas do latim. É falado na Catalunha, na área de Aragón que limita com a Catalunha, na maior parte da Comunidade Valenciana, nas Ilhas Baleares, na República de Andorra, onde este idioma é o oficial, em Roseillón (França) e na cidade de Alguero (Sardenha, Itália).

Quanto à comunicação não se preocupe, pois, com o espanhol você se entenderá perfeitamente com os catalães. Do ponto de vista legal há um processo de imersão lingüística em andamento, cuja intenção é incentivar o uso do catalão em todos os níveis. De todas as formas, será muito útil ter conhecimentos básicos de catalão que lhe permitam entendê-lo. Caso haja interesse em aprender esta língua, as universidades oferecem cursos gratuitos para estrangeiros.